Projeto de Apadrinhamento Afetivo é lançado oficialmente

by

A Sammlave é uma das entidades que participará projeto de Apadrinhamento Afetivo, Dalmira Bombassaro Grau, presidente da Sammlave, explica os objetivos do projeto. O cadastro será feito todas as segundas-feiras da 13:30 às 17:30 na Sammlave.

Helena Argenta, presidente do Lar da Menina, acredita que o projeto proporcionará  mais carinho e afetividade às crianças do Lar da Menina, que hoje tem 19 abrigados oriundos de toda a região.

Samuel Borges,  juiz de direito, um dos idealizadores do projeto Apadrinhamento Afetivo, admite que  o projeto é ousado, porém interessante e valioso para as crianças que estão acolhidas nos lares de  Lagoa Vermelha. Destaca que: apadrinhar não é adotar, e que qualquer pessoa pode participar do projeto, sem nenhum vínculo jurídico envolvido.